"É uma equipa muito jovem, mas é de homens e isso é meio caminho para o sucesso" - Entrevista a Miguel Campos - Domingo às Dez
Notícias :
Home » » "É uma equipa muito jovem, mas é de homens e isso é meio caminho para o sucesso" - Entrevista a Miguel Campos

"É uma equipa muito jovem, mas é de homens e isso é meio caminho para o sucesso" - Entrevista a Miguel Campos

Written By Unknown on quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013 | 07:16


Esta semana entrevistamos o Treinador Miguel Campos (treinador do Carvalhas) a propósito da vitória ao candidato Águas Santas e não só. Esse foi só o ponto de partida para uma conversa com um treinador de discurso lúcido, objetivo e ambicioso. Desde o projeto atual até ao seu passado mais recente, nada ficou por responder e Miguel Campos até revelou quais os seus objetivos mais imediatos e aqueles com que gostariam presentear os seus adeptos.



“Domingo ás 10” - Vamos ser diretos e vamos perguntar qual foi o segredo para a vitória sobre o candidato Aguas Santas?
Miguel Campos - Quem conhece esta equipa sabe que não há segredos, a humildade, o querer  e a raça é a qualidade deste plantel, e óbvio que e fantástico. 

D10 - Como comenta as críticas ao estado do campo por parte dos jogadores e apoiantes do Águas Santas?
M.C. - É de lamentar toda a gente critica o nosso campo, mas quanto ao fator das medidas do campo, é pequeno e nós sabemos disso mas só prejudica a nossa equipa.
Temos futebol para campos com boas medidas, maior parte das equipas bem a nossa casa usam e abusam do futebol direto por causa das medidas e isso não passa pelo nosso plano de jogo, se nos estivéssemos nos últimos lugares como está o Aborim que tem um campo quase das medidas do nosso eu queria ver se alguém se queixava fica a pergunta? Mas em contraste com as medidas o nosso campo tem dos melhores pisos da popular.

D10 - Venceu todas as  partidas em casa excepto com o Feitos onde cedeu um empate, qual é o segredo escondido do campo de São Salvador?
M.C. - É simples nós todos os domingos jogamos em casa porque os nossos adeptos seja em casa ou a trinta quilómetros de casa eles estão lá a apoiar a equipa, mas em casa existe aquela motivação extra. Ao domingo de manhã é a festa no são salvador e os nossos adeptos empurram-nos para a vitória, são fantásticos no apoio e os jogadores sentem isso.

D10 - Sente que o público é um jogador extra? Sente que os adeptos estão consigo e com a equipa, agora que o futebol se joga mesmo no meio da freguesia?
M.C. - Sim há jogos onde claramente eles nos empurram para a vitoria, vivem o clube de uma maneira intensa e nós todos os domingos queremos lhes dar alegrias pois merecem, faça chuva faça ou faça sol, eles estão lá presentes a puxar pela equipa. 

D10 - O Carvalhas tem sido uma surpresa nesta época, já previa esta situação ou tinha ideia do êxito que ia obter quando preparou esta época?
M.C. - Para nós não é surpresa nenhuma e para quem nos viu jogar na pré época já se previa isto mas ainda há muita gente que dúvida da qualidade deste plantel mas nós respondemos fim de semana após fim de semana com vitórias e bom futebol somos de longe a equipa que joga melhor futebol na segunda divisão. Sim preparei a equipa para ser campeão sempre disse isso, o objetivo é esse desde que começou a pré-época e aí está o nosso segredo nós acreditamos desde o início que íamos lutar pelo título. 

D10 - Sabendo que esta é uma nova realidade na terra, após a época anterior, o que lhe pediu a direção em termos de objetivos para esta época?
M.C. - Temos pessoas na direção fantásticas que me ajudam muito e a todo o plantel e isso facilita o nosso trabalho, a direção propôs o primeiro título para este clube.

D10 - Sendo o Carvalhas uma equipa que têm muito jovens, sentiu alguma pressão adicional para o êxito que está a ter?
M.C. - Não, isto é uma equipa muito jovem, mas é de homens e isso é meio caminho para o sucesso só tenho que agradecer aos meus jogadores que facilitam o meu trabalho.

D10 - Como foi buscar estes jogadores, como foram referenciados, foi fácil trazer jogadores como os irmãos Lemos, Fábio, Sousa ou o Filipinho ?
M.C. - Já tínhamos bons jogadores que transitaram da época passada, mas precisávamos de mais qualidade para lutar pelo título e surgiram estes jogadores alguns deles muito cobiçados por outros clubes mas nós vencemos a concorrência e fizemos de tudo para que viessem para cá, não foi muito difícil convencer estes jogadores pois queriam todos ser campeões e era isso a que nós nos proponhamos, há um caso especial o Filipinho que chegou já  no decorrer da época e nunca tinha jogado futebol de 11 mas aí está um caso sério que começa a explodir, porque está a evoluir.
  

D10 - Atendendo á qualidade demonstrada por jogadores como Nelson, Fábio, Rúben, Manel, Vitinha e muitos outros, acha que alguns terão oportunidades de singrar  noutro tipo de futebol, no futebol federado a breve prazo (no final da época)? E a ser assim não teme que eles não regressem?
M.C. - Estamos focados no título, não pensamos no futuro mas acredito poder contar com estes jogadores durante muito tempo, mas sim acho que todos os meus jogadores tinham qualidade para jogar noutros voos, mas eles gostam de jogar aqui gostam do clube, sentem-se bem porque também adoram-os.

D10 - Dois anos de Carvalhas, você como peça importante neste seio desportivo, como vê estes dois anos?
M.C. - A época passada não correu como esperávamos, mas a meio da época fui para treinador desta equipa que já tinha qualidade e conseguimos uma boa segunda volta onde só perdemos por três vezes e conseguimos travar equipas como o Oliveira e o Cristelo que eram muito fortes mas a nossa equipa já tinha muita qualidade na época passada.

D10 - Como vê o futuro do Carvalhas?
M.C. - Um grande futuro, aqui as pessoas gostam do clube, vivem isto e os jogadores que vêm para cá jogar ficam por cá porque é um bom clube para jogar e que sabe receber.

D10 - Ainda falta muito campeonato pela frente a sua equipa tem sido a mais regular neste campeonato até ao momento, os objetivos é manter essa regularidade?
M.C. - Sim, mas queremos fazer uma segunda volta melhor do que a primeira queremos sempre mais.

D10 - Ser campeões é o objetivo do clube e isso foi assumido por si, e a final da taça é um sonho dos jogadores, será essa a melhor prenda que poderão dar aos adeptos pelo apoio dado? 
M.C. - Sim já não pensam noutra coisa, o titulo de campeão é a melhor coisa que pode acontecer para estas pessoas e vamos trabalhar para no final da época festejarmos o titulo, a taça seria a cereja no topo do bolo, mas não estamos a espera que as coisas  aconteçam vamos lutar muito para a ganhar.

D10 – Da nossa parte é tudo, e agradecemos a sua disponibilidade para falar connosco e contribuir para este projeto. Obrigado e continuação de sucessos desportivos.
M.C. - Agradeço o vosso trabalho prestado em nome do futebol popular que é fantástico.

Ao Miguel Campos endereçamos as nossas melhores felicidades e agradecemos a disponibilidade e simpatia com que respondeu a todas as questões. Alguns treinadores têm sido contactados para dar os seus pontos de vista e apresentarem as suas ideia e vamos continuar a trazê-los aqui a esta página, assim eles, como o Miguel Campos  e outros já entrevistados anteriormente, entendam a importância das novas fontes de informação e demonstrem esta humildade e abertura que só os engrandece enquanto técnicos assim como enriquece a competição, que é no fundo o grande objetivo desta página sobre o Futebol Popular.

Share this article :

0 comentários:

Speak up your mind

Tell us what you're thinking... !

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Publicidade

Publicidade
(carregue na imagem para consultar o preçário)

Tradutor

 
Support : Desenvolvido em 2013 | Domingo ás Dez | D10
Copyright © 2011. Domingo às Dez - All Rights Reserved
Template Created by website Publicado por D10 Template
Proudly powered by Blogger